RESENHA SOBRE O FILME ANJOS DO SOL

Apesar de Anjos de o Sol ser uma história de ficção, é baseado em acontecimentos reais, devidamente relatados na imprensa ou por ONGs (Organizações Não-Governamentais), que foi às principais fontes de pesquisa para este roteiro. Acompanha a trajetória de Maria menina de 11.  Nascida numa família pobre do interior da Bahia foi vendida pelos pais para Tadeu que trabalha “selecionando” algumas para trabalhar aparentemente em casa de famílias, mas na verdade, elas são afastadas do lar para trabalhar na indústria da prostituição.

O que podemos observar que crianças e adolescentes são exploradas por redes de prostituições das quais participam pessoas que detém grande poder local, tanto poder econômico quanto político, jurídico e religioso.

Ela vai parar na minúscula cidade de Diamantina, no Amazonas, onde é recebida por Saraiva Dono de um “prostíbulo” ele comanda suas vidas e as ameaça constantemente, submetendo-as a até 30 programas em uma noite.

Após fugir novamente da cidade Maria pede carona e consegue chegar ao Rio de janeiro, onde quase entra novamente na prostituição.

As redes de exploração sexual e turismo sexual citadas na produção são a prostituição, e o tráfico com finalidades sexuais. Outras formas são o turismo sexual com crianças que quase se realizou quando Maria foi para no Rio de janeiro.

Anúncios

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s