Resenha Crítica | Fique Rico ou Morra Tentando!

 

download

Titulo Original: Get Rich or Die Tryin

Titulo no Brasil: Fique rico ou Morra Tentando

Direção: Jim Sheridan

Elenco: Curtis ’50 Cent’ Jackson, Adewale AkinnuoyeAgbaje, Omar Benson Miller mai

Gêneros Drama, Biografia, Musical

Nacionalidade EUA

Já  tinha assistindo o filme do 50 Cent Get Rich or Die Tryin’ (Fique rico ou Morra Tentando).  Usando a tradução livre  para o brasileiro conhecem como “50 centavos” definitivamente é um dos meus rapper predileto – apesar de eu admitir que 2 ou 3 musicas suas são ruins, mas é só isso e não passa disso… O 50 Cent é o estereótipo perfeito do que se tornou o gangsta rap nos EUA…

Certa vez o Ice T (aquele mesmo, de Law and Order – Lei e Ordem – e da musica Collor´s) deu uma entrevista a MTV brasileira e afirmou para Mano Brown, diante do Capão Redondo, que um Gangsta Rapper “nada mais era do que um rapper que canta denunciando os problemas vividos por sua comunidade, que faz algo ou luta por sua comunidade…”, isto para ninguém menos que ele, o criador do termo, o pai da matéria ao lado do NWA, do CMW, do SCC, e etc.

images

O grande problema é que, com o passar dos anos, “Gangsta Rap” virou sinônimo de apologia ao crime. A palavra perdeu o seu significado original. Por razões óbvias: vende mais, causa polêmica, chama atenção…

O filme do 50 Cent faz referências a sua vida pessoal. E sua vida pessoal é um exemplo de superação para ele, não um exemplo a ser seguido por muitos adolescentes, mas um exemplo do que é de fato o universo da criminalidade, onde existem regras.

O filme não retrata 100% da vida do rapper

18877912.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx.jpg
O diretor Jim Sheridan e o roteirista Terence Winter souberam montar um roteiro que chega a emocionar. Um bom filme. Uma boa história de um ladrão que tentou se regenerar (dentro de suas limitações…) através do rap, algo mais comum do que se imagina. Olhando para o 50 Cent dentro do contexto em que ele surgiu, é possível entender seus caminhos, e até de repente absolvê-lo. Fica fácil, através do filme, perceber que o buraco é muito mais embaixo, e que muitas “lideranças” do próprio movimento negro norte americano fazem o jogo do opressor através da maneira como criticam o rap. Pertoa de outros filmes de rapper o filme de 50 cents não fica para trás.

Nota 6,8

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s